6.19.2008

José Dias Coelho

4 comentários:

Teresa David disse...

Não conhecia este teu blog que pelos vistos não continuaste a postar. Parece-me um desenho do Abel Manta não é?
Bjs
TD

Vieira Calado disse...

De Abel Manta ou não,
é o Dias coelho que a Pide assassinou.

Cumprimentos meus.

com senso disse...

É sempre bom recordar os que por ideias sofreram, lutaram e morreram, por IDEAIS.

Filomena Rodrigues disse...

Na sua breve cronologia sobre Dias Coelho refere que este artista realizou, em 1948, um baixo-relevo na fábrica Secil do Outão. Hoje mesmo fiz um contacto para esta empresa e também para a unidade que está na Maceira (Leiria, onde há um museu da fábrica, e foi-me informado nos dois contactos que fiz (no Outão, um administrador, na Maceira uma técnica do museu), de que NÃO HAVIA A PEÇA QUE REFERE NO SEU ESTUDO. Assim, dado o interesse de aclarar o assunto, a bem da preservação da cultura e da memória de Dias Coelho), gostava que me informasse se possível do que terá acontecido para este "eclipse". Sou professor de filosofia nas Caldas da Rainha, onde temos no café Central uma gravura assinada por Júlio Pomar, mas que terá sido executada por Dias Coelho. Porque não apôs nesta a sua assinatura?
Fico-lhe agradecido
Vasco Tomás
PS: está um grupo de locais a pensar fazer uma tertúlia sobre o painel, em data a combinar?